Eu tinha sete ou oito anos quando ganhei um presente em uma caixa GRANDE. Para qualquer criança dessa idade, o tamanho da caixa já é metade da alegria do presente. Dentro, DUAS bonecas gêmeas: Risinho e Chorinho. Brinquei muito com elas. Talvez tenha nascido ali minha vontade de ter gêmeas de verdade, de carne e osso. O certo é que cresci com esse desejo no coração. Vinte anos mais tarde, de dentro de uma barriga ENORME, recebi outras duas bonecas gêmeas, presente de Deus para nossa família: Risinho e… Risinho. Que aChorinho me desculpe, mas as minhas gêmeas de carne e osso não são Chorinho, nunca foram. Sempre alegres, curtindo a vida em todas as situações. Elas foram as Princesinhas, Florzinhas, Vavá e Lelinha, Joaninha e Maricota, Flá e Leca e, até hoje, Flá e Dani. Presente surpresa é sempre bom. Se vier de uma embalagem enorme, então, é uma maravilha. Muito obrigada, Papai do Céu.

Pictures2

PRESENTE SURPRESA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s