MY FAVORITE THINGS – LIVRO INFANTIL

Estou lendo/estudando o livro Lifetales: A Workbook for Writing Your Lifestories, de Karen Y. Hamilton. Ontem, cheguei a uma atividade muito gostosa. Fiz uma lista de minhas coisas favoritas. Depois, escrever um pouco sobre cada uma. Então, lá vai hoje. O livro infantil.
Aprendi a ler com 5 anos. Vovó Evangelina me ensinou, na Cartilha Sodré. Apaixonei-me imediatamente pela leitura.
Hoje, tenho extrema dificuldade para apontar um livro predileto, mas, na infância, houve um imbatível: Reinações de Narizinho. Li e reli. Contei até 12 vezes. Depois, parei de contar, ou perdi a conta, sei lá qual foi.
Muitos, ao citar um livro, dizem que se transportavam ao lugar onde tudo acontecia. Não era o que acontecia comigo, não sei dizer por quê. Talvez porque eu não goste, e nunca tenha gostado, de sítios. Sou totalmente urbana.
Pior do que isso, Narizinho não tem pais, e só sabemos da mãe do Pedrinho, e, mesmo assim, ela nunca está no sítio. Por mais que gostasse das histórias, eu não queria ir para o sítio, e muito menos ficar sem meus pais.
No entanto, eu amava aquelas aventuras. Vivia com o livro, até que mamãe achou necessário me proibir de ler antes do almoço. Eu era obrigada a me levantar um pouco, a ir brincar embaixo do bloco. Sábia decisão, porque se ela não fizesse isso eu passaria o tempo todo lendo.
Algumas coisas eu queria ter: o vestido que a aranha fez para o casamento da Narizinho com o Príncipe Escamado, os bolinhos da tia Nastácia, a companhia do Pedrinho e do Visconde. Outras, não: minhas avós eram mais legais do que a Dona Benta, não queria que minhas bonecas fossem petulantes como a Emília, não queria, de jeito nenhum, morar em um sítio, e preferia ler as aventuras do que vivê-las.
Só fui para a escola quando já tinha 7 anos. Lia perfeitamente, mas vovó não pensou em me ensinar “aritmética”, de modo que eu não podia ir para o 2o. ano. Fui para uma sala de repetentes do 2o. ano, chamada, eufemisticamente, de 2o. ano preliminar. Não esqueço da chatura que era esperar os colegas fazerem as leituras em voz alta, gaguejando. A professora, muito esperta, percebeu e me autorizou a levar meu próprio livro. Então, lá ia Narizinho comigo para a escola. Enquanto os outros liam a cartilha, eu lia Monteiro Lobato.
Infelizmente, em um daqueles lapsos imperdoáveis, nossa coleção Monteiro Lobato se foi. Ninguém sabe para onde, mas sumiu. As capas tinham os desenhos dos personagens, as ilustrações eram lindas… Um dia vou comprar outra em algum sebo da vida, nem que seja só para segurar. Eu lembro da sensação gostosa daquele livro de capa colorida na minha mão. Não há outro igual.
E, um dia, vou encontrar tempo para reler não só Reinações, mas todos os outros livros infantis de Monteiro Lobato.

2 comentários sobre “MY FAVORITE THINGS – LIVRO INFANTIL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s